Logomarca Sinmetal

Notícias destaques

IPTU: últimos dias para negociar reduções de dívidas

25/09/2017 | O Dia Online


Rio espera arrecadar R$ 470 milhões

A última semana de setembro traz a oportunidade de o carioca negociar de vez as dívidas de IPTU, ISS e outros débitos, além de obter descontos nos juros. A ação "Concilia Rio", em parceria com o Tribunal de Justiça do Estado, que já beneficiou cerca de 625 mil devedores desde 2015, montou uma grande operação de atendimento especial no Centro de Convenções Sul América e outros pontos da cidade. O mutirão pretende arrecadar R$ 470 milhões.

Hoje, em todo o município do Rio, cerca de 200 mil dívidas estão em aberto, com a Barra da Tijuca aparecendo em primeiro lugar na lista de devedores, seguida do Centro e de Botafogo. Até o sábado, poderão ser negociadas reduções de 80% nos juros para o pagamento de dívidas tributárias à vista. Em caso de parcelamento, o desconto nos encargos moratórios varia de 50% a 30%.

Além do Centro de Convenções Sul América o único a abrir no sábado , os outros pontos são: Centro (Rua Sete de Setembro, 58/A, Fórum e Av. Afonso Cavalcanti 455); Barra da Tijuca (Av. Ayrton Senna, 2001 / bloco c); Madureira (Rua Carvalho de Souza, 274 / sala 6); Campo Grande (Rua Amaral Costa, 140) e Bangu (Rua Fonseca 240, 2º). Todos vão funcionar das 9h às 16h, de segunda a sexta. Exceto Bangu, que será das 8h às 17h.

Um autônomo, morador do Tanque, na Zona Oeste, está há um ano devendo IPTU e pretende aderir ao programa. "Durante este ano não sobrou dinheiro para pagar o IPTU. Mas já fui a alguns postos atrás de como poderia resolver isso, adiantar os documentos e fui informado do programa".

À vista ou parcelado

Dentro das regras do parcelamento, firmado o acordo, o contribuinte tem que pagar as parcelas rigorosamente em dia para manter o benefício concedido. Em caso de inadimplência superior a 30 dias, o desconto é cancelado e o contribuinte volta a pagar integralmente os juros.

Moradora de Copacabana, Ana Paula Vieira, de 36 anos, apoia a iniciativa, mas reclama que contribuintes que pagam o IPTU em dia também deveriam obter algum benefício. "Quem se esforça para pagar tudo direitinho está sendo penalizado. Qual a recompensa? Nenhuma. Mas a facilitação para inadimplentes é uma forma de a prefeitura conseguir arrecadar algum dinheiro onde talvez não conseguisse arrecadar nada", diz a estudante de Hotelaria.

Confira a notícia na íntegra.

O SINMETAL não é responsável pelas notícias aqui transcritas, são apenas reproduções da mídia.

Filiado ao Sistema FIRJAN
Associe-se ao Sinmetal